Descarte de pilhas e baterias


As pilhas e baterias usadas não podem ser descartadas no lixo comum. Isto porque contêm componentes, como chumbo, cádmio, mercúrio, belírio e arsênio,  que podem contaminar o solo e a água, assim como o ar, caso não sejam descartados da maneira correta. A exposição a essas substâncias pode causar distúrbios no sistema nervoso, problemas renais e pulmonares, câncer e outras doenças.

Lembre-se que os celulares também não podem ser descartados no lixo comum, porque também têm baterias.

São as Resoluções CONAMA nº 257 e nº 263 que disciplinam o gerenciamento de pilhas e baterias em todo o território nacional. Os usuários devem entregar as pilhas e baterias, após o esgotamento da carga energética, aos estabelecimentos que as comercializam ou à rede de Assistência Técnica autorizada pelas respectivas indústrias ou em em outros postos de coleta.  Os responsáveis encarregam-se de executar os procedimentos de reutilização, reciclagem, tratamento ou disposição final ambientalmente adequada.

Você pode descartar as pilhas e baterias na Promotoria de Justiça de Itapevi (Rua Benfica, 405, Jd. Santa Rita), nos dias úteis (segunda à sexta), das 9 às 19 horas, que nós daramos o encaminhamento adequado.

Veja também os programas de descarte de algumas empresas:

Duracell

Nokia

Motorola

Philips

Rayovac

Santander

Sony

Anúncios
Esse post foi publicado em Ações do MP, Consciência Ambiental, Entenda a legislação e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Descarte de pilhas e baterias

  1. Renata Manuel disse:

    Oi, Dra. Sandra! Tudo bem?

    O Santander tem um programa “papa-pilhas”. As agências têm caixas de coleta pra todos os tipos de baterias, com acesso fácil. Geralmente ficam logo na entrada, e é legal porque tem em vários lugares. Fica fácil pra gente levar na bolsa e descartar, porque é relativamente fácil passar por uma agência no nosso caminho.

    Beijos!

Os comentários estão encerrados.